18.11.08

Gravuras de mestres na Elf

Prensa da galeria, que deu gás à geração de gravuristas 
paraenses.
A arte da gravura no Pará tem tradição. E a galeria Elf tem tudo haver com isso. Gileno Chaves, criador da Elf, foi também um grande incentivador deste tipo de produção artística. E quem quiser saber mais sobre esta história, tem duas direções a tomar, neste momento. Uma delas é ir à Mostra Anual de Gravuras da Elf, que abre nesta quinta-feira, 20. 

A coletiva de acervo, que corresponde à 280ª exposição da galeria, traz vinte obras de seis artistas plásticos paraenses. Tem obras do mestre bragantino Valdir Sarubbi, as produções inusitadas de Jocatos, com suas gravuras feitas à partir de matrizes de latas de manteiga. Já vi, são surpreendentes mesmo. 

E ainda: trabalhos figurativos de Emmanuel Nassar; gravuras de Ronaldo Moraes Rego feitas na prensa da própria Galeria Elf, anos atrás; obras de Armando Sobral, o cara que "herdou" a prensa (na foto acima, feita pelo Mis-Pa, no atelier do Armando, em abril deste ano) da galeria onde o citado Ronaldo imprimia suas obras; e trabalhos de Roberto de La Rocque Soares.

A segunda opção é adquirir o catálogo “Acervo Onze Janelas - Gravura no Pará”, lançado em setembro na abertura da exposição do projeto homônimo do Museu Casa das Onze Janelas, leia-se Nina Matos e equipe, lançado em setembro deste ano, onde estão o resultado das entrevistas feitas com Ronaldo Moraes Rego, Jocatos, Armando Sobral, Alexandre Sequeira e Paulo Herkenhoff, durante o processo de pesquisa.

Tive o prazer de ter feito parte desta equipe, gravando as entrevistas com estes artistas para o vídeo-resultado do projeto. Feito em uma parceria com o Mis-Pa, as mesmas foram transcritas e aproveitadas na íntegra, no catálogo. Todos eles falaram de Gileno Chaves e do impulso que ele deu à gravura em Belém.

Vá à Elf. A Mostra Anual de Gravuras poderá ser visitada até 10 de dezembro, de segunda a sábado, das 15 às 19 horas - Av. Generalíssimo Deodoro 506, Umarizal. Mais informações: (91) 3224 0854.

2 comentários:

nina matos disse...

Olá Luciana, obrigada pela divulgação do projeto das Onze Janelas e parabéns pelo excelente Blog, que divulga nossa produção cultural .
beijos
Nina

Luciana Medeiros disse...

Oi Nina, obrigada pela sua presença aqui. Faça deste, o seu espaço também. Seja bem vinda.