17.2.14

Iuri Freiberger traz oficina de produção musical

Trazendo como foco "Produções de baixo custo x Produções de alto custo", a oficina acontece em dois dias, hoje, 17, e amanhã, 18h, das 18h às 22h, no Estúdio APCE (Rua Doutor Malcher, 465, Cidade Velha).  

O produtor musical está em Belém para ministrar uma oficina direcionada a músicos e produtores que trabalhem em estúdios profissionais ou caseiros. Com mais de 70 discos no currículo, seja atuando como produtor ou técnico, Iuri Freiberger explica que a ideia é verificar as lacunas da produção musical paraense. Por isso ele optou pelo formato perguntas e respostas para a oficina, ao invés de propor um conteúdo fechado.

“O foco é trazer para dentro de um estúdio profissional a visão 'do it yourself', das soluções caseiras, com as quais temos muita habilidade e que acabam transformando o mercado nacional”, diz ele. “A proposta é ver o que está sendo feito por quem trabalha em casa e transferir ideias e tecnologias para dar novas dimensões a esses trabalhos, quiçá padrões internacionais de produção musical”, completa.

Iuri já produziu várias bandas nacionais, como Frank Jorge, Walverdes, Cabaret, Plebe Rude e Autoramas. Sua trajetória musical começou em 1992, como baterista, em Porto Alegre. A partir do ano 2000, começou a atuar como produtor musical e trabalhou no estúdio Toca do Bandido, do lendário produtor Tom Capone, no Rio de Janeiro. Foi técnico de som direto, editor, restaurador de áudio, mixador e produtor musical, além de compor trilhas para publicidade.

Realizou projetos como Observa e Toca Ao Vivo em Estúdio, do Governo do Estado de Pernambuco, que tem como objetivo registrar ao vivo, gravado em estúdio, a performance de artistas locais para distribuição e preservação da memória artística. A primeira temporada reuniu Lula Cortes, Mundo Livre, Bongar, Sonoris Fabrica e Zé Manoel. Nesse mesmo período, Freiberger concebeu e executou a construção de três estúdios em Recife, com estrutura dos grandes estúdios do centro do pais, inspirado na Toca do Bandido.

Além do trabalho em estúdio, Freiberger faz direção técnica e curadoria de festivais de música, consultoria para bandas novas e, mais recentemente, consultoria para formação de estruturas e capacitação em projetos dos governos de Pernambuco, Rio Grande do Sul, Goiânia e Pará. Atualmente, trabalha na Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, onde desenvolve o programa de economia criativa do Estado, o RS Criativo, para fortalecer ações nos setores criativos, entre elas a promoção da música em outros Estados e países.

Serviço
Oficina "Produções de baixo custo x Produções de alto custo", com o produtor Iuri Freiberger (RS). Dias 17 e 18, das 18h às 22h, no Estúdio Apce (Rua Doutor Malcher, 465, Cidade Velha). Inscrições gratuitas. Envie um email para oficinas@amplicriativa.com.br com o título "Oficina Iuri Freiberger", informando nome, área de atuação e breve texto sobre o motivo pelo qual deseja participar da oficina. O ministrante irá analisar os perfis e selecionar os participantes. Informações: 3229-1291. Produção: Amplicriativa. Patrocínio: Vivo, através da Lei Semear, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves e Governo do Estado do Pará.

(informações da assessoria de imprensa)

Um comentário:

Ricardo Ramos disse...

Pacotes de produção musical - Sou produtor musical a mais de 30 anos - Realização total de Produção Musical para seu CD com: Produtor Musical ,, estudio de gravação , arranjos, musicos e mixagem.