5.10.17

Mestre Vieira retorna aos shows no Rio e Belém

Nesta sexta-feira, dia 6, ele chega com a banda na Cidade Maravilhosa, onde faz participação no show de aniversário do conjunto Noites do Norte, que pesquisa a guitarrada no sudeste do país. E também no Territórios da Arte - Interculturalidades, domingo, 8, às 20h, no Teatro do Centro de Artes da UFF, em Niterói. No dia 19, em Belém, faz show com Mestre Solano e Sebastião Tapajós.

Este Círio não será igual ao outro que passou. Não para Mestre Vieira, que está em nova fase, aos 83 anos, agradecido a Nossa Senhora de Nazaré pela proteção e graça alcançada. Após passar por um longo tratamento de saúde iniciou em março de 2016 por conta de um câncer de próstata, iniciou novo tratamento, vem se recuperando e voltou a tocar, após quase um ano parado. 

Neste final de semana ele faz dois shows no Estado do Rio de Janeiro, na capital e em Niterói. O show desta sexta-feira, 6, no Rio, será de grande emoção, um reencontro com o público carioca, que o recebeu em 2015 e o viu tocar pela última vez, antes de adoecer. Foram três noites inesquecíveis no Teatro de Arena da Caixa Cultural.  A apresentação desta sexta-feira, 6, será no Guitarreiros Sport Bar (Avenida Álvaro Chaves, 41, Laranjeiras - RJ). Mais informações:  https://www.facebook.com/events/1563867770340237/

O Conjunto Noites do Norte comemora 05 anos com tradicional baile de aniversário. "Esse ano, faremos uma homenagem à Guitarrada, gênero musical considerado Patrimônio Cultural do Estado do Pará desde 2011, que nasceu da fusão do choro com ritmos como cúmbia, lambada e carimbó. Para validar essa noite que promete ser memorável, teremos a honra de receber ninguém mais ninguém menos do que Mestre Vieira, como o próprio nome sugere, mestre e inventor da guitarrada", diz o guitarrista Mig Martins, músico que em 2013 esteve em Belém e participou do show de lançamento do DVD 50 anos de guitarrada.

No dia 8, também no Estado do Rio de Janeiro, mas e Niterói, Mestre Vieira e Seu Conjunto se apresentam na programação do projeto Territórios da Arte - Interculturalidades, no Centro de Artes da UFF, em Niterói, na praia de Caraí.

“A guitarrada será para Nossa Senhora de Nazaré, já que será o dia do nosso Círio. Não estaremos em Belém, mas estaremos com o pensamento e o coração em Nossa Senhora, agradecendo a minha recuperação e pedindo saúde a todo o povo paraense”, diz o guitarreiro.

Ícone da cultura paraense, é um dos convidados do projeto Territórios da Arte - Interculturalidades que iniciou dia 2 de outubro e encerra no dia 13 de outubro, em Niterói, Rio das Ostras e Campos, tudo no Rio de Janeiro.

Também estão participando outros representantes da cultura paraense como o coletivo de carimbo Coisas de Negro, a Casa de Artistas de Icoaraci, com Auda Piani, Val Genú e Dona Onete, que se apresentou na noite de quarta-feira, 4, no campus Gragoatá, da UFF, em Niterói. Mais informações sobre o evento, no site: https://www.facebook.com/centrodeartesuff/

Também vai ter show em Belém

Depois do Rio de Janeiro, Mestre Vieira também integra um projeto que inicia em Belém, no dia 19 de outubro, no novíssimo Teatro do Sesi, onde se apresentará ao lado de Sebastião Tapajós e Mestre Solano, acompanhados por uma banda base também formada por músicos renomados paraense, como MG Calibre (baixo), Igor Capela (violão e Guitarra), Batista (guitarra base), Márcio Jardim (percussão), Waldecir Vieira (bateria) e Andresson (teclados).

Mestre Vieira, com ficou conhecido, registra 14 LPs gravados, participação em coletâneas e discos especiais. Gravado pela Continental, o primeiro LP de Vieira e Seu Conjunto foi lançado em 1979. “Lambadas das Quebradas”, gravado em dois canais, vendeu 80 mil cópias.

O segundo LP, “Lambada das Quebradas Vol. 2″ (1980) trazia as músicas “Melô do Bode” e “Lambada do Rei”, dois sucessos nas rádios do nordeste, e vendeu cerca de 300 mil cópias. Vieira e Seu Conjunto realiza duas turnês pelo nordeste, chegando a diversas cidades do Ceará, além da capital Fortaleza, e Recife, em Pernambuco. 

Em 2009, lança o primeiro CD independente, “Guitarrada Magnética”. Em 2011, é tema do projeto o Projeto 50 Anos de Guitarrada – que gerou site oficial do artista (www.mestrevieira.com.br), um DVD, gravado em 2012, com varias participações.

Em 2015, o guitarrista lança o segundo CD, também independente, “Guitarreiro do Mundo”, com shows realizados em Belém e no Rio de Janeiro – Edital Caixa Cultural. Para este ano, a além de ter sua trajetória contada em um documentário, em fase de finalização, a história musical de Vieira e Seu Conjunto também é tema da série de animação “Os Dinâmicos”, projeto vencedor de edital financiado pela linha PRODAV da Ancine, com exibição prevista nas TVs públicas, Comunitárias e Universitárias.

Mais informações sobre a obra do músico: www.mestrevieira.com.br

Nenhum comentário: