3.1.11

Mestre Vieira - 50 Anos de Guitarrada é contemplado pelo Conexão Vivo

Mestre Vieira com Herbert Vianna - encontro inédito em Belém (2009).
Vai sair do papel finalmente, este ano, projeto que homenageia e dá visibilidade a um dos grandes artistas da cultura paraense, o nosso Mestre Vieira, da Guitarrada.

Serão produzidos um show comemorativo e um documentário sobre a trajetória do artista e a história da guitarrada.  Os dois projetos que na verdade se complementam serão patrocinados, via Lei Semear do Governo do Estado, através do Programa Conexão Vivo, cujo resultado foi divulgado na última quinta-feira, 30.  No Pará, foram contemplado 26 projetos.

Mas ao todo, o Programa Conexão Vivo, neste seu primeiro Edital de Projetos selecionou 128 propostas de 6 estados brasileiros - Bahia, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo. De acordo com o texto publicado no site do CONEXÃO VIVO trata-se de um volume duas vezes maior que o número de ações patrocinadas em 2010.

O edital destinou-se à escolha de projetos aprovados nas Leis Estaduais de Incentivo à Cultura em diversas regiões e de diferentes perfis, de acordo com a proposta do Conexão Vivo de abranger, entre os patrocinados, os elos que compõem a cadeia produtiva e criativa da música.

Das 512 propostas inscritas, a maior parte surgiu de Minas Gerais, Bahia e Pará, com 216, 80 e 68 propostas respectivamente. “O grande volume de inscrições e selecionados nestes estados é resultado da atuação já consolidada do Conexão Vivo, que encontrou parcerias de qualidade com produtores culturais e artistas nestas regiões. Há ainda um cenário favorável e qualificado quanto à gestão pública das Leis de Incentivo Estaduais, que permite uma ótima parceria público-privada para a ampliação de investimentos e desenvolvimento do setor cultural” avalia Marcos Barreto, Gerente de Cultura e Sustentabilidade da Vivo.

A seleção dos projetos - Os projetos inscritos no edital foram analisados por duas instâncias independentes com resultados complementares: uma seleção por curadoria externa e outro grupo escolhido diretamente pela equipe de gestão do Conexão Vivo.

Os quatro curadores convidados, com vasta experiência na área cultural, foram: Décio Coutinho, gerente da unidade de Negócios e Turismo do Sebrae em Goiânia (GO) e ex-coordenador Nacional de Cultura da instrituição; Gilberto Monte, músico e diretor de música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb); Cacá Machado, músico e ex-diretor de Música da Fundação Nacional das Artes (Funarte), atual diretor do Centro de Referência do Auditório Ibirapuera (SP); e Cristiano Abud, roteirista e diretor, fundador da Abuzza Filmes (BH/MG).

Este grupo selecionou 91 propostas e, dentre elas, após reunião presencial com a equipe de gestão nacional e regional do Conexão Vivo, 64 tornaram-se aptas a receber o patrocínio. Outras 64 iniciativas entraram no programa por escolha direta da coordenação do Conexão Vivo, mecanismo previsto no regulamento do edital.

O conjunto de 128 projetos passa a fazer parte da plataforma do Conexão Vivo a partir de 2011, que ainda será ampliada com a chegada de novos músicos e bandas selecionados nos primeiros meses do próximo ano pelo edital artístico do programa. Com esse desenho final, o Conexão Vivo se constitui como o mais abrangente e diversificado programa musical do país.

Metade foi selecionada por uma curadoria composta por Décio Coutinho, gerente da unidade de Negócios e Turismo do Sebrae em Goiânia (GO) e ex-coordenador Nacional de Cultura da instrituição; Gilberto Monte, músico e diretor de música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb); Cacá Machado, músico e ex-diretor de Música da Fundação Nacional das Artes (Funarte), atual diretor do Centro de Referência do Auditório Ibirapuera (SP); e Cristiano Abud, roteirista e diretor, fundador da Abuzza Filmes (Belo Horizonte); a outra metade, por seleção direta pelos gestores do Conexão Vivo.

A concentração em tão poucos Estados (apenas 6, dos 27 que compõem a Federação) pode causar estranheza, mas tem a ver com as características do edital, que só aceitava inscrição de projetos aprovados em Leis Estaduais de Incentivo à Cultura.

Veja toda a lista dos projetos selecionados, no site do Conexão Vivo.

Nenhum comentário: