30.5.14

Feira Pan Amazônica tem cultura árabe e futebol

Até dia 8 de junho, serão 10 dias de programação, com seminários, encontros literários, shows e espetáculos teatrais, além de mostra de cinema, que este a não será mais realizada no Cine Estação, mas sim, dentro do próprio Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém do Pará. Trazendo como tema “Qatar, uma janela para o mundo Àrabe”, a abertura da XVII Feira Pan Amazônica do Livro será nesta sexta-feira, 30, ás 19h, no Hangar, com um concerto da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, no auditório Benedito Nunes,  e com a inauguração do 6º Salão de Humor da Amazônia, que tem seu espaço no corredor do andar térreo.

Já neste final de semana, a programação reúne programações artísticas imperdíveis tanto para o público adulto, quanto infantil. NO sábado, às 20h30, por exemplo, tem show de lançamento do CD “Waldemar Caymmi – A travessia das águas”, de Cissa de Luna com participação de Danilo Caymmi , pelo Selo Amazônia é Brasil – Secult/PA , no Auditório Benedito Nunes.

O Seminário “Literatura e Sustentabilidade”, sucesso na edição anterior, está de volta este ano, com realização do  Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), reunindo num bate papo os jornalistas André Trigueiro (RJ), às 14h30, “Tasso Azevedo (PR ) e Matthew Shirts – EUA (16h30) e ainda Míriam Leitão (MG), às 17h30. Para participação neste Encontro, solicitar convite via e-mail: imazon@imazon.org.br

A feira terá a presença do embaixador do Qatar, Mohamed Al Kayki; da coordenadora do projeto Qatar Brasil 2014, Rafah Mouafak Barakat, que irá falar sobre o papel da mulher no Qatar, e do escritor libanês naturalizado brasileiro Assaad  Yoessef  Zaidan. 

Poemas árabes serão recitados no Sarau Literário e o escritor paulista descendente de libaneses, Mamede Mustafa, lançará o “Livro das Mil e Uma Noites”, com tradução integral feita a partir de manuscritos árabes. Tudo isso na conferência “Qatar uma janela para o mundo árabe”, neste sábado, 31, das 11h30 às 12h30. No final desse texto você confere toda a programação do final de semana.

HomenagensTambém no sábado e no domingo, a feira conta com a presença do escritor homenageado deste ano, Milton Hatoum (AM). Também tradutor, professor, descendente de libaneses ele comemora os 25 anos de sua primeira obra, Relato de um Certo Oriente, com a marca de 40 mil exemplares vendidos.  

No sábado, ele ele bate um papo com o público, às 19h, no auditório Dalcídio Jurandir, com a mediação da jornalista e apresentadora Renata Ferreira, e no domingo, participa do Seminário “Um Certo Milton Hatoum”, no auditório Eneida de Moraes, das 15h às 18h.

A ideia de homenagear a cultura árabe na feira surgiu após a visita da Sheika Al Mayassa Hamad, que veio ao Pará em novembro do ano passado, com o objetivo de conhecer a realidade da educação indígena na região. “O mundo árabe também está em pauta e a comissão que escolhe o país homenageado na feira optou pelo Qatar porque este será o ano da Cultura do Brasil no Qatar”, disse o secretário de cultura do Pará, Paulo Chaves, ontem pela manhã, na tradicional entrevista coletiva com a imprensa. Na opinião dele, a homenagem possibilitará um crescimento mútuo. “Vamos contribuir para o conhecimento de uma cultura que é muito falada, mas ainda pouco entendida”, ressaltou.

Assim, a programação está voltada para a cultura árabe, com seminários sobre o Qatar, mostra de filmes que exploram a questão árabe, comidas típicas do país e espaços temáticos, onde haverá a apresentação de músicos do Qatar. 

Futebol - Às vésperas da Copa do Mundo no Brasil, o futebol irá ganhar um destaque na feira do livro deste ano. Em um espaço chamado “Gol de letras”, haverá três mil livros, de 20 editoras voltadas para o tema do futebol. 

Já no último dia da feira, 8 de junho, será apresentado o espetáculo “A bola pede passagem”, com grandes nomes da música paraense. “A Feira Pan-Amazônica do Livro tem este diferencial. Mesmo tendo o Qatar como o país homenageado, não podemos deixar de falar na copa do mundo que acontecerá no nosso país, assim como não vamos deixar de falar dos escritores paraenses e da cultura paraense”, enfatizou o secretário Paulo Chaves.

Além da programação cultural que caracteriza e torna um exemplo a Feira Pan Amazônica para as demais feiras de livro no país, uma área de 24 mil metros quadrados, com 96 mil títulos expostos, 500 editoras, 215 estandes, é disponibilizada ao público. Este ano a expectativa é de receber mais 400 mil visitantes e vender cerca de R$ 16 milhões em venda em livros. 

O representante da Associação Brasileira de Difusão de Livro (ABDL), Robério Silva, afirmou que a Feira Pan-Amazônica do Livro tem uma movimentação diferenciada das feiras do restante do país. Segundo ele, a feira Pan-Amazônica é vista como um dos eventos mais importantes do mercado literário brasileiro e serve de modelo para outros Estados. “Hoje existe uma lista de espera de mais de 50 editoras em todo o país aguardando a oportunidade para participar desta feira”.  Na opinião dele, as bienais de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro são mais focadas no aspecto comercial e aqui no Pará, a feira do livro é voltada para a questão cultural. “Esse é o grande diferencial, além é claro, da excelente estrutura oferecida”, completou Robério.

Para o secretário Paulo Chaves, o livro em si é apenas um dos elementos da feira Pan-Amazônica. “Quando nós pensamos em fazer uma feira do livro aqui no Estado, há 18 anos, pensamos justamente nisso, em promover um espaço cultural para os paraenses, com uma programação variada e rica em cultura. Por isso, ao ver que hoje a feira Pan-Amazônica se tornou exemplo para outros Estados e que a expectativa de venda é de R$ 16 milhões em livros, fico muito feliz e isso deve ser motivo de orgulho para todos nós”, finalizou o secretário.

Estante Virtual - Assim como aconteceu no ano passado, a feira irá contar este ano com a Vitrine Virtual, um sistema de busca de livros desenvolvido em 2013 para a Feira Pan-Amazônica do Livro, cujo propósito é permitir que expositores criem suas bases de dados, para que os visitantes do evento possam consultar lojas, títulos e preços de forma ainda mais rápida e confortável, através do site do evento, assim como de sua versão mobile. A ferramenta visa oferecer aos expositores e leitores um serviço que, a exemplo do que vem sendo feito em grandes eventos em todo o mundo, emprega a tecnologia a favor da praticidade, diferente de tudo que já foi apresentado até hoje nas edições da Feira Pan-Amazônica do Livro e em grandes feiras Brasil afora.

PROGRAMAÇÃO para este final de semana

ENCONTRO LITERÁRIOAuditório Dalcídio Jurandir
Mediadora: Renata Ferreira (PA) - 19h
31/05 – Sábado - Milton Hatoum – AM
01/06 – Domingo - Sérgio Rodrigues – RJ

SEMINÁRIO “QATAR: UMA JANELA PARA O MUNDO ÁRABE” 
Auditório Eneida de Moraes
31/05 – Sábado 
  • 10h30 às 11h30 - Conferência: “Qatar uma janela para o mundo árabe” - Mohamed Al Kayki – Embaixador do Qatar
  • 11h30 às 12h30 - Conferência: “A mulher qatari na sociedade atual” - Rafah Barakat – Qatar 
  • 15h - Conferência: “A influência da cultura árabe na cultura brasileira” - Assaad Zaidan – Líbano     
  • 16h - Conferência: “As traduções do árabe para o português  no Brasil: um roteiro” - Safa Alferd Abou Chahla Jubran – SP 
  • 17h - Conferência: “As mil e uma noites: a arte da narrativa entre os árabes” - Mamede Mustafá Jarouche – SP 
01/06 – Domingo -11h às 12h30
Sarau Literário – Textos poéticos da literatura árabe - Coordenação: Lilia Silvestre Chaves - Intervenção artística: Cia. do Sarau

SEMINÁRIO “UM CERTO MILTON HATOUM” - Auditório Eneida de Moraes
01/06 – Domingo - 15h às 18h - Organização: Lilia Silvestre Chaves
Conferência: “Travessias poéticas de Milton Hatoum às manoas que a memória reinventa” - Amarílis Tupiassú  – PA.

Mesa: Crônicas das duas cidades:

  • Belém de Benedito Nunes - Lília Silvestre Chaves – PA 
  • A Manaus de Milton Hatoum -Amarílis Tupiassú – PA
  • Conferência: “Passagens para certo Oriente” - Milton Hatoum – AM

SEMINÁRIO “LITERATURA & SUSTENTABILIDADE”
Sábado - 14h30 - Recepção dos participantes
Auditório Dalcídio Jurandir. Realização: Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia). Apoio: Hydro / Sol Informática / SECULT-PA. Produção: Bruno Oliveira e Stefânia Costa. Para participação neste Encontro, solicitar convite via e-mail: imazon@imazon.org.br.

  • 15h - Bate-papo - André Trigueiro – RJ 
  • 16h30 - Bate-papo - Tasso Azevedo – PR e Matthew Shirts – EUA 
  • 17H30 - Bate-papo  - Miriam Leitão – MG 

PALESTRAS  
31/05 – Sábado - 18h às 19h

“Um artista como editor e escritor”
Bené Fonteles
Local: Sala 03

01/06 – Domingo  - 17h

“As viagens de Pedro Teixeira na Amazônia”
Anete Ferreira
Local: Sala 03

PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA
Teatro e Apresentações Musicais
31/05 – Sábado

  • 11h -Espetáculo de teatro Infantil - “O Conto que eu vim contar” - In Bust - Auditório Benedito Nunes 
  • 17h - Espetáculo de teatro infantil - "Primavera Árabe" - Cia Circense Fênix - Auditório Benedito Nunes
  • 19h - Espetáculo de teatro - “Chão dos Lobos” - Sobre a obra de Dalcídio Jurandir - Organização: Waldinei do Carmo de Souza, Willi Bolle, Marinilce Coelho - Participantes: Alunos e professores da E.E.E.F.M. Dr. Celso Malcher - Local: Sala Marajó.
  • 20h30 - Show de lançamento do CD “Waldemar Caymmi – A travessia das águas”  - Cissa de Luna com participação de Danilo Caymmi - Selo Amazônia é Brasil – Secult/PA - Local: Auditório Benedito Nunes
01/06 – Domingo

  • 11h - Espetáculo de teatro Infantil  - "Primavera Árabe" - Cia Circense Fênix - Local: Auditório Benedito Nunes
  • 17h - Espetáculo de teatro infantil - “O Conto que eu vim contar” - In Bust - Local: Auditório Benedito Nunes 
  • 19h - Espetáculo de teatro - Teatro Cordel do Amor Sem Fim - Direção: Juliana Porto - Local: Sala Marajó
  • 20h30 - Show musical “Entre Muros e Mouros” - Simone Almeida 
  • Local: Auditório Benedito Nunes


ESPAÇO INFANTIL
31/05 – Sábado

  • 10h30 - Espetáculo de Teatro- A gata que odiava livros - CIA do Sarau
  • 11h30 -  Curtas do Festival Decididamente Animados : “7,2  toneladas” (França, 2004, 3 min.) de Nicolas Devaux; “A dança da chuva” (França, 2006, 8 min.) de Vijaya Kumar Arumugam; “A  harmonia  cósmica” (França,2005, 6 min.) de Jean-Marc  Rohart.
  • 15h - Contação de história- O conto que te conto - As mil e uma noites - Vandiléia Foro.
  • 16h -  Curtas do Festival Decididamente Animados: “Até os patos vão para o paraíso” (França, 2007, 9 min.) de Samuel Torneux, “Borboleta” (França, 2005, 3 min.) de Zhi Yi Zhang, “Entre duas migalhas”França, 2005, 5 min.) de Sylvain Ollier
  • 17h - Espetáculo de Teatro - Maninho, cadê as árvores? - Trupe de Bubuia
  • 18h - Contação de história - As mil e uma noites com Sherazade e Aladim - Cleber Cajun e Camila Góes
  • 19h - Espetáculo de Teatro - Mocambo - Grupo Pião Rodado


01/06 – Domingo
  • 10h30 - Espetáculo de Teatro - Vento norte além-mar - Mana'Vú
  • 11h30 - Curtas do Festival Decididamente  Animados: “Migração  assistida” (França, 2006,  5 min.) de Pauline Pinson, “O castelo dos  outros” (França,2004, 6 min.) de Pierre-Luc  Granjon, “O rabo do camundongo” (França, 2007, 5 min.) de Benjamin Renner
  • 15h - Contação de história - Quintal - Achadouros de infância - Cirandeiros da Palavra
  • 16h - Curtas do Festival Decididamente  Animados: “Pamplemousse” (França, 2003, 7 min.) de Coralie Van Rietschoten, “Primeira viagem” (França, 2007, 10 min.) de  Grégoire Silvan.
  • 17h - Contação de história - Sindebar Marinho - Gil Ganesh
  • 18h - Contação de história - Vai Qatar histórias - Milton Aires e Patrick Mendes
  • 19h - Espetáculo de Teatro - Rabiolas - CIA Extraordinários

TRIBUTO A VICENTE  SALLES
Sala 05 - Organização: Editora da Universidade Federal do Pará. Ciclo de palestras e mesas que irá abordar a trajetória de vida e de pesquisa do historiador, sociólogo e folclorista paraense Vicente Juarimbu Salles (1931-2013), com destaque para a Coleção Vicente Salles, abrigada no Museu da Universidade Federal do Pará.

01/06 – Domingo  - 17h às 18h - “Olhando Vicente Salles: trajetória de vida e de pesquisa do folclorista e historiador paraense”, com Rose Silveira - Coordenação: Simone Neno (UFPA)


MOSTRA DE CINEMA - Auditório II 
Curadoria: Elias N. Gonçalves / Co-Curadoria: Geraldo Campos (ICArabe
31/05 – Sábado 


  • 11h - “As aventuras de Azur e Asmar” (França, 2006, 99 min.) - Direção: Michel Ocelot - Cesura: Livre 
  • 16h30 - “A cor das oliveiras” (The color of olives - México/Palestina, 2006, 97 min.) - Direção: Carolina Rivas - Censura: 12 anos  
  • 18h30 - “Baba Aziz – O Príncipe que  contemplava a sua alma” (França/Alemanha/Irã/Tunísia/Reino Unido, 2006, 96 min.) - Direção: Nacer Khemir - Censura: 12 anos

01/06 – Domingo 


  • 11h - “Forget Bagdah” (Suiça, 2002, 111 min) - Direção: Samir - Censura: 12 anos  
  • 17h - Mesa Redonda: Cinema  de Cultura Árabe - André Albregard - SP - José Augusto Pacheco – PA  
  • Mediação: Elias Neves Gonçalves – PA
  • 18h15  - “A Última Estação” - (Brasil/Líbano, 2012, 115 min.) - Direção: Marcio Curi - Censura: 12 anos  


PONTO DO AUTOR 
31/05 – Sábado 

  • 19h  -Míriam Leitão, André Trigueiro, Matthew Shirts
  • 19h30 - Bené Fonteles - Livro: Prata, São Francisco e Amazonas: o imaginário das bacias fluviais brasileiras
  • 20h30 - Milton Hatoum - AM  

01/06 – Domingo

  • 17h30 - Armando Moraes 
  • 18h - Anete Ferreira
  • Pedro Teixeira - uma aventura épica na Amazônia
  • 20h30 - Sérgio Rodrigues – RJ

EXPOSIÇÕES
De 31 de maio a 08 de junho de 2014 – Diariamente de 10h às 22h. 

  • “Exposição – Salão do Humor” - Corredor Lateral -Realização: V Salão Internacional de Humor da Amazônia.
  • Exposição "Espia o Pará"- Corredor Lateral - Realização: IOEPA.
  • Exposição Fotográfica "Três cores, uma paixão" - Hall Foyaer  1º piso - Realização: Hangar Convenções e Feiras da Amazônia

Serviço
A XVIII  Feira Pan-Amazônica do Livro será realizada de 30 de maio e 8 de junho, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém. A entrada é franca.  A abertura será nesta sexta-feira, 8, às 19h, com abertura dos portões às 18h. Nos demais dias a feira abrirá das 10h da manhã às 22h. A programação está diponível no site da feira, através do endereço: www.feiradolivro.pa.gov.br. As inscrições para participar de oficinas e cursos também podem ser feitas pelo site.

Um comentário:

MARIA DE FÁTIMA PEREIRA DA SILVA disse...

Olá Luciana Medeiros, Bom dia! Gostaria de saber quando e onde acontecerá a XIX Feira Pan-Amazônica do Livro. Sempre acontece em Belém? sempre acontece entre maio e junho? Aguardando retorno. Poderá ser no meu email, fpereira.ntl@hotmail.com. Ficarei grata.