4.8.11

"Raízes da Encantaria" ganha prévia ao som do Africa-Brasil

A festa mesmo só vai acontecer na quarta que vem, dia 10 de agosto, mas o aquecimento para o lançamento do projeto "Encantados - a Mitopoética Amazônica e o Imaginário Infantil", já começa nesta sexta-feira, 05, a partir das 21h! 

É isso mesmo, o Africa-Brasil, com os DJs Fernando Wanzeller e Eddie Pereira vai abrir uma pista no restaurante Dom Câmara (Pariquis na esquina da Apinagés), oportunidade para dançar ao som de um dos melhores coletivos de DJs da cidade e comprar, antecipadamente, o ingresso com promoção para a festa “Raízes da Encantaria”, que acontecerá no dia 10 de agosto.

Neste dia, próxima quarta-feira, a programação acontece no bar Palafita, nas margens da Baía do Guajará, com participação do grupo Quaderna, realização de uma feira de cultura amazônica, além de exibição de vídeos.


O objetivo da festa de lançamento é obter recursos e mais parceiros para dar continuidade ao trabalho, que vem sendo tocado por uma equipe multidisciplinar de profissionais de diversas áreas e com o apoio da comunidade local e prefeitura de Colares.

Projeto - “Encantados – A Mitopoética Amazônica e o Imaginário Infantil” pretende, por fim, mapear o Patrimônio Imaterial presente nas narrativas infantis. O ponta pé inicial foi dado em Colares, no nordeste do estado, mas a ideia é chegar também em Vigia, Santo Antônio do Tauá e São Caetano de Odivelas, além da ilha de Mosqueiro, distrito da capital, Belém.

Tema de Trabalhos de Conclusão de Curso-TCCs de quatro professores de duas escolas rurais multisseriadas da Ilha de Colares, nas comunidades de Jenipaúba e Mocajatuba, foi produzido o vídeo "Encantados", que traz histórias de visagens, assombrações e encantarias narradas por alunos do ensino fundamental.

Foi com o vídeo que, na verdade, os professores do Campus da Ufpa, em Castanhal, Luiz Carlos de Carvalho Dias e Ana Lúcia Bentes Dias, aprovaram na Universidade o projeto de extensão , mais amplo, sobre a Mitopoética Amazônica.

Em fase de captação de recursos, o projeto segue três vertentes: a pesquisa bibliográfica e documental; o registro em vídeo dos bens culturais imateriais, como o relato das benzedeiras, parteiras e as narrativas orais de adultos e crianças sobre as aparições de entidades e o surgimento de mitos; e, ainda, a cartografia cultural.

“A ideia é não só dar continuidade nesta região, como ampliá-lo para todas as outras microrregiões do Pará e mais à frente de toda a Amazônia”, explica o jornalista José Carlos Gondim, que integra e equipe do projeto.

Em busca de parceria - A próxima etapa do projeto é a realização de um Encontro dos Saberes, ainda em Colares, reunindo cerca de 200 pessoas, entre professores das escolas ensino fundamental, alunos e todos os atores culturais da cidade e das comunidades que formam o município. Os recursos obtidos até aqui, foram aplicados a esta primeira etapa e agora e o projeto busca, agora, apoios, parceiros e patrocínio que serão fundamentais para dar continuidade a sua execução.

Serviço
Coletivo Africa-Brasil – Nesta sexta-feira, 05, no restaurante Dom Câmara (Pariquis na esquina da Apinagés), a partir das 21h, com entrada franca. Na oportunidade haverá venda antecipada de ingresso para a festa “Raízes da Encantaria" - R$ 5,00 - que acontece no dia 10 de agosto (R$ 10,00), no bar Palafita (ex-Bar do Índio, na rua Sequeira Mendes, ao lado da Casa das Onze Janelas – Cidade Velha). Apoio: Sol Informática e Laboratório Beneficente de Belém.

Um comentário:

Maryannefrazão disse...

Muito bom! Adorei a iniciativa. Parabéns