10.3.10

Tem curta paraense no "É Tudo Verdade" - Festival Internacional de Documentários

“Mãos de Outubro” está na lista dos curtas documentários brasileiros inéditos do festival “É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários”, que acontecerá de 08 a 18 de abril em São Paulo e de 09 a 18 de abril no Rio de Janeiro.

Salvo engano, é o primeiro documentário paraense a ser selecioando para uma mostra competitiva do festival, criado em 1996 pelo crítico, curador, jornalista, escritor e documentarista Amir Labak.

Antes de sua projeção em São Paulo e Rio de Janeiro, ninguém o verá aqui em Belém, já que é critério do festival. O roteiro e a direção é do artista visual Vitor Souza Lima. Em belas imagens o filme é uma homenagem às mãos que fazem e constroem todos os rituais e manifestações religiosas dentro do Círio de Nazaré.

Éryk Rocha tinha razão. O filho de Glauber Rocha foi um dos jurados que selecionaram os roteiros vencedores do Edital Prêmio MIS - Fomento à realização de Curta Metragem da Secult (2008). Érik percebeu de cara o potencial de "Mãos de Outubro" e o defendeu.

“Através de uma forma original e contemporânea o projeto Mãos de Outubro nos propõe uma olhar lírico e delicado sobre um dos eventos épicos-religiosos mais impressionantes do mundo: O Círio de Nazaré. A relação/tensão sons-imagens nos revelam uma nova camada deste acontecimento, trazendo novos sentidos e significados de uma realidade em transe. O roteiro nos sugere uma instigante linha de Filme-Ensaio, onde a linguagem-fluxo surge do embate epidérmico entre o autor e o mundo”, escreveu em seu parecer.

A seleção do curta para o “Tudo é Verdade” foi mais uma das boas notícias que chegaram à cineasta Jorane Castro nos últimos dias.

É ela quem assina a produção do filme pela Cabocla Produções. Para ela, esta participação é mais do uma mera seleção competitiva, já que estamos falando de um festival conceituado não só no Brasil como em vários outros países.

“O festival é um dos mais respeitados do Brasil. É o primeiro onde inscrevemos o curta e ele já foi selecionado. É também a garantia de uma boa carreira. Provalvemente, depois disso, Mâos de Outubro também será selecionado para outros festivais. É uma grande recompensa. O Vitor Lima está de parabéns!”, disse ao Holofote Virtual.

O festival deste ano reúne tanto longas, quanto médias e curtas-metragens, que fazem parte das novas atrações. Os títulos nacionais e a seleção internacional ainda serão divulgados, mas o evento informa que tem entrada gratuita e deverá premiar os filmes em competição com o troféu É Tudo Verdade, além do valor em dinheiro: R$ 100 mil para médias e longas e R$ 6 mil para os curtas.

Ficha Técnica

Direção e Roteiro: Vitor Souza Lima
Produção Executiva: Jorane Castro
Fotografia: Octávio Cardoso, Alberto Bitar e Armando Queiroz
Montagem: Alberto Bitar e Vitor Souza Lima
Som direto: Leo Bitar
Edição de som e Mixagem: Aurélio Dias
Fotos Still: Ana Flor
Pesquisa: Vitor Souza Lima, Silvia Gomes e Sâmia Maffra
Assessoria de Imprensa: Dedé Mesquita
Coordenação de Produção: Danielle Santos


4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns ao diretor, mas seria interessante também divulgar que além do realizador e da produtora, este filme também conta com a parceria e o patrocínio de peso da Secretaria de Cultura do Estado, Governo do Pará, através do 1º edital de 2008 - Prêmio "Mis de Fomento a Realização ao Curta-Metragem"...

Luciana Medeiros disse...

Caro Anonimo, está citado: "Edital MIS - Produção de Curta Metragem da Secult (2008)", até porque na época acompanhei todo o processo no MIS-PA, naquele ano. Leia atentamente a matéria.

Luciana

Erasmo disse...

Cara Luciana,
É gratificante ver um curta paraense ser selecionado em tão importante evento, principalmente de um ex-aluno de um curso de artes da Unama que contempla uam disciplina voltada para o cinema, video e animação.
No entanto, para maiores informações, o primeiro curta paraense a participar desse festival foi o "O vento das palavras", do Luiz Arnaldo Campos, em 2002.
Que outros venham.
Erasmo Borges

Luciana Medeiros disse...

Olá Erasmo,

muito obrigada pela informação. De fato não sabia da participação do curta do Luiz Arnaldo no Tudo é Verdade. Fica então esta informação à todos. Grata.

Luciana